Aliança Empreendedora: um case de liderança e gestão ágil de pessoas

Aliança Empreendedora: um case de liderança e gestão ágil de pessoas

A Aliança Empreendedora, hoje, é um exemplo de como olhar para as pessoas e conquistar metas através de uma equipe engajada, colaborativa e autônoma.

Esta organização social experiente, que atua há 17 anos capacitando e apoiando microempreendedores e microempreendedoras formais e informais em situação de vulnerabilidade econômica de todo o Brasil, alterou o seu modelo organizacional para investir em crescimento.

Mas qual foi o caminho para chegar a um time criativo, comprometido e responsável pelos próprios resultados?

Continue a leitura que vamos contar esta história inspiradora!

1.   Modelos de gestão tradicionais, problemas tradicionais

A jornada da Aliança Empreendedora é parecida com a de muitas outras organizações e empresas:

  • nasceu a partir da união de empreendedores movidos pelo mesmo propósito;
  • a equipe inicial era reduzida e se autogerenciava;
  • o time todo era envolvido nas discussões e planejamentos;
  • todos ocupavam as posições de executor e gestor, assumindo diferentes papéis conforme as demandas.

No entanto, com o crescimento da organização e o aumento do time, manter a participação de todos em todos os processos passou a ser confuso e improdutivo. Para organizar as coisas, foi adotada uma estrutura organizacional tradicional, dessas já conhecidas e consolidadas através do tempo.

O que os fundadores não sabiam – e acabaram descobrindo mais tarde – é que a estrutura organizacional pode ser o maior limitador para o avanço (do pessoal e da própria organização).

“O problema é que a estrutura organizacional não permitia a oxigenação dos espaços de tomada de decisão e não promovia a autonomia da equipe”

Lina Useche, cofundadora da Aliança empreendedora.

O contexto de centralização de tomadas de decisão na diretoria gerava gerava diversos prejuízos:

  • estrutura organizacional engessada;
  • dificuldade na fluidez das ideias;
  • demora na tomada de decisões;
  •  insatisfação da equipe;
  •  baixo engajamento;
  • sobrecarga nas diretoras.

O que fazer diante de tantos desafios?

2.   Autoconhecimento e disposição da liderança para mudar paradigmas

Uma reflexão a respeito do seu próprio lugar em todo esse processo levou a Aliança Empreendedora a uma virada de chave transformadora!

Foi quando teve início a implementação de uma gestão ágil. Os modernos conceitos e ferramentas ajudaram a atualizar o modelo mental dos gestores e criar uma estrutura orgânica, capaz de gerar ainda mais valor ao público final. Isso passava por dar mais autonomia e liberdade a todos aqueles responsáveis por movimentar cada uma das engrenagens que levavam ao resultado.

A estrutura organizacional, enfim, passou a refletir o grande propósito da Aliança Empreendedora.

3.   Gestão ágil engaja e transforma

Com o modelo ágil de gestão de pessoas, a equipe passou a receber responsabilidades, se sentir percebida e reconhecida.

Os efeitos disso? Alto desempenho, produtividade, retenção de talentos.

A organização descobriu que quando o líder se torna facilitador, consegue inspirar o melhor de cada um.

Mas você deve estar se perguntando o que, na prática, foi feito.

  • Formação de equipes multidisciplinares;
  • Conversão de procedimentos em fluxos de trabalho;
  • Descentralização com tomadas de decisão por nível, conforme competências;
  • Relações de poder convertidas em relações de colaboração.

Esses são apenas alguns exemplos. Então, que tal ouvir diretamente de uma das fundadoras da Aliança Empreendedora como implementar a gestão ágil e ainda conhecer outras boas práticas?

4.   Os benefícios de uma gestão moderna e ao alcance de todos

Uma liderança moderna contempla mudanças de mentalidade e ações. Nesse sentido, as ferramentas ágeis são um excelente meio para revolucionar equipes.

Todo esse conhecimento, moderno e disruptivo, faz parte do Programa Liderança para o Impacto, da Ago. Nele, além de um conteúdo riquíssimo e totalmente voltado aos desafios da liderança do futuro, você aprenderá muito por meio da participação de uma das fundadoras da Aliança Empreendedora, Lina Useche. Ela vai contar pessoalmente a trajetória desde a implementação até as diversas ações que estão promovendo resultados impressionantes!

Clique no botão e conheça os detalhes dessa formação!

Adicione um comentário

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.